quarta-feira, 29 de julho de 2015

Empregados da Ebserh suspendem paralisação de 48 horas

Empregados da Ebserh suspendem paralisação de 48 horas apostando na superação de conflitos em reunião no dia 4 de agosto

Empregados da Ebserh em todo o Brasil decidiram suspender a paralisação de 48 horas que aconteceria nos dias 30 e 31, quinta e sexta-feira. A decisão foi baseada em compromisso da empresa em debater alguns pontos que ainda geram discordância na pauta do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) da categoria. Uma reunião com a Condsef foi confirmada para o dia 4 de agosto e apostando na superação desses conflitos os empregados da Ebserh suspendem a paralisação de 48 horas por pelo menos 15 dias. A categoria segue mobilizada e vai continuar promovendo assembleias nos estados para debater o cenário de negociações do ACT.

Leia mais: www.condsef.org.br

Boa Vista: Comando de Greve do INSS entra em ação


Comando de Greve do INSS entra em ação

O Comando de Greve do INSS esteve hoje (29/07) na sede do Sindsep Roraima, onde foi recebido pelo vice-presidente da entidade, José Carlos de Oliveira Gibim. Pauta: planejamento dos primeiros passos da greve dos servidores da Previdência Social em Boa Vista. 
Na oportunidade eles discutiram detalhes sobre a produção de faixas, cartazes, camisetas, panfletos e a montagem de uma tenda em frente a sede do INSS na capital roraimense. 
A greve da categoria segue os trâmites legais, começa na sexta-feira pela manhã e seguirá até o dia que o governo deixar de ser desgoverno e atender as reivindicações dos servidores. 
Nada mais do que justo! Afinal, o tempo de escravidão já ficou no passado... Chega de submissão! Chega de dizer "amém" para o patrão!

Assembleia dos servidores do Ministério da Saúde e da Funasa em Boa Vista


ASSEMBLEIA DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO DA SAÚDE E FUNASA 
A Direção do Sindsep-RR esteve reunida com o servidores do Ministério da Saúde e da Funasa, hoje pela manhã (29/07), no prédio do Núcleo Estadual do MS, para avaliar a proposta do governo federal de reajuste salarial para a categoria. Considerando que amanhã tem uma reunião do Ministério do Planejamento com a Condsef, eles resolveram dar um voto de confiança à mesa de negociações e não aderiram à greve nacional. Porém confirmaram uma nova reunião, na sexta-feira (31), juntamente com os servidores da Saúde Indígena, na sede do Dsei-Yanomami.
Depois de fazer uma avaliação do andamento das negociações com o governo, o vice-presidente do Sindsep Roraima, José Carlos de Oliveira Gibim, enfatizou mais uma vez que tudo que os servidores conquistaram até a atualidade foi fruto de muita luta e mobilização da categoria. Contudo, ele relembrou que fazer greve não é tirar férias e sim assumir compromisso diário com a causa do serviço público, no local de trabalho, participando de atividades produtivas propostas pelo comando de greve.

Balanço da reunião
Fazendo um balanço da reunião, uma coisa ficou certo: se o governo não apresentar uma proposta plausível, a categoria vai aderir à greve nacional. Como comentou Gibim: “Toda vez que tem uma crise, o governo quer penalizar os servidores do Poder Executivo. Não podermos aceitar mais essa camisa-de-força”.
Realmente, se compararmos os salários e os benefícios dos três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) uma coisa fica claro: os servidores do Poder Executivo são o bode-expiatório e o patinho feio da administração pública. Por que e até quando continuará essa discriminação?

terça-feira, 28 de julho de 2015

Mobilização nacional: a expectativa é de que reuniões desta quarta tragam luz ao processo de negociações com governo

Com mais categorias aderindo às paralisações, a expectativa dos servidores é de que reuniões desta quarta-feira tragam luz ao processo de negociações com governo

Após participar de ato nesta terça-feira, convocado pela CUT, contra a política de ajuste fiscal que penaliza apenas a classe trabalhadora, a Condsef concentra atenções nas próximas duas reuniões confirmadas para esta quarta, 29, na Secretaria de Relações do Trabalho (SRT) do Ministério do Planejamento. Uma alteração no cronograma das reuniões já deixa a maioria do Executivo em alerta. 
Uma das reuniões desta quarta trataria temas ligados a demandas de cerca de 500 mil servidores, entre ativos, aposentados e pensionistas que compõem carreiras como PGPE (Plano Geral de Cargos do Poder Executivo), CPST (Carreira da Previdência, Saúde e Trabalho, incluindo Funasa), PECFAZ (Plano de Cargos dos Administrativos Fazendários), e similares. No entanto, essa reunião será remarcada.

Leia mais: www.condsef.org.br

Servidores do INSS de Boa Vista reforçarão a greve nacional

Matéria publicada no jornal Roraima em Tempo
Data: 28 de julho de 2015

Audiência pública sobre o PLC 30/2015 em Boa Vista


AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE A TERCEIRIZAÇÃO
A Central Única dos Trabalhadores (CUT-RR)  convida todos os sindicatos, centrais sindicais, associações e a sociedade em geral a participarem da Audiência Pública a ser realizada na Assembleia Legislativa do Estado de Roraima. Pauta: PLC 30/2015. O evento acontecerá  na próxima sexta-feira, dia 31 de julho, a partir das 9 horas, com a participação do senador Paulo Paim (PT).
Essa Audiência é resultado de uma parceria entre a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH) e o Fórum Permanente em Defesa dos Direitos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Ameaçados pela Terceirização, do qual a CUT Nacional faz parte.
Ressaltamos que essas Audiências estão sendo realizadas em todos os Estados brasileiros, pois entendemos que a "Terceirização precariza, escraviza, exclui e mata." Venham todos participar.

GILBERTO ROSAS
Presidente da CUT/RR

Servidores da Saúde Indígena de Roraima querem greve

O vice-presidente do Sindsep-RR, José Carlos de Oliveira Gibim, explica para os servidores da Sesai o andamento do processo de negociação dos servidores com o governo federal.

SERVIDORES DA SAÚDE INDÍGENA DE RORAIMA QUEREM GREVE
Servidores da Secretaria de Saúde Indígena (Sesai), lotados no Dsei-Yanomami, Dsei-Leste e Casai estiveram reunidos hoje (28/07) de manhã no Auditório do Dsei-Yanomami, em Boa Vista, para discutir a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governo federal.
O vice-presidente do Sindsep Roraima, José Carlos de Oliveira Gibim, apresentou aos servidores a conjuntura nacional e a decisão da maioria dos servidores do Executivo Federal em rejeitar a proposta do governo de reajuste de 21,3 % parcelado em quatro anos. "Isso não repõe nem a inflação dos últimos três anos", disparou.
Os servidores da Sesai marcaram uma nova reunião para o dia 31, sexta-feira, no mesmo local, quando será votado se a categoria vai aderir ou não ao movimento de paralisação nacional. Contudo, desde já os servidores deixaram claro o descontentamento com o andamento das negociações.
Traduzindo: a greve parece inevitável!

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Condsef participa de ato convocado pela CUT nesta terça, 28, contra política de ajuste fiscal


Condsef participa de ato convocado pela CUT nesta terça, 28, contra política de ajuste fiscal

Atendendo a um chamado da Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Condsef participa de ato nesta terça-feira, 28, em frente ao Ministério da Fazenda. A concentração acontece a partir das 10 horas e o objetivo é protestar contra a atual política de ajuste econômico que tem penalizado exclusivamente a classe trabalhadora. 

Recessão, desemprego, a retirada de benefícios e de direitos são alguns dos impactos negativos dessa política que tem se mostrado ineficaz e desastrosa para encarar um momento de crise econômica. 

O ato ocorre na mesma data de reunião do Copom (Comitê de Política Monetária). Essa política, considerada equivocada, tem sido também uma das principais responsáveis por entraves enfrentados pelos servidores federais nos processos de negociação com o governo.

Leia mais: www.condsef.org.br

Servidores do INSS de Boa Vista vão aderir à greve nacional na sexta-feira, dia 31



O vice-presidente do Sindsep Roraima, José Carlos de Oliveira Gibim, participou da assembleia geral dos servidores do INSS

Servidores do INSS de Boa Vista vão aderir à greve nacional na sexta-feira, dia 31

 Os servidores do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) em Boa Vista entrarão em greve por tempo indeterminado a partir desta sexta-feira, 31. A decisão de adesão à greve nacional dos servidores do Instituto, já paralisados em vários estados brasileiros desde o dia 7 de julho, ocorreu hoje pela manhã (27/07) em assembleia geral da categoria na sede do órgão. Os servidores do escritório do INSS de Rorainópolis já estão em greve desde o dia 24 de julho.
A greve dos servidores do INSS em Boa Vista será deflagrada com o apoio do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Roraima (Sindsep-RR) e está sendo acompanhada pelo vice-presidente da entidade, José Carlos de Oliveira Gibim. Segundo ele, a greve no Instituto está sendo construída dentro dos trâmites legais, observando prazos e orientações regimentais. "É uma greve de reivindicações justas em prol da saúde dos roraimenses", resumiu.
Dentre as reivindicações dos servidores federais do INSS, defendidas pela Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), destacamos o reajuste da remuneração de acordo com a inflação; concurso público para compor a força de trabalho; incorporação das gratificações; isonomia salarial entre ativos e aposentados; melhoria das condições de trabalho para melhorar o atendimento ao público; e 30 horas de trabalho para todos os servidores, e outras.

CUT promoveu seminário preparatório para o 7º Cecut

 
Composição da mesa no seminário: Representante da EFSCMA, Tácito Santos; presidente da Cut/RR, Gilberto Rosas; diretor da Cut Nacional, Rogério Pantoja; coordenadora dos debates, Andréa Vasconcelos; presidente da Fetag, Maria Alves.


SEMINÁRIO PREPARATÓRIO PARA O CECUT/RR

Aconteceu no dia 24 de julho, no Hotel Cristal, em Boa Vista, o seminário preparatório para consolidar o texto-base para a realização do 7º Congresso Estadual da Cut (Cecut/RR), que ocorrerá entre os dias 21 e 23 de agosto do corrente ano. Na ocasião será eleita a nova diretoria da entidade.

Objetivo: Elaborar e consolidar o documento que servirá de instrumento para o texto-base para aprovação no 7º Cecut/RR.
O evento no Hotel Cristal, no bairro São Vicente, contou com a participação do diretor da Cut Nacional, Rogério Pantoja, entre outros sindicalistas.


Participaram do encontro lideranças sindicais de vários municípios roraimenses

O vice-presidente do Sindsep Roraima, José Carlos Oliveira Gibim, durante sua fala no seminário, conclamou os sindicalistas para unirem forças em prol da luta da classe trabalhadora

Antonia Matias e Maria Janice, da Cut/RR; Sulamita Silva e Alcélia Barroso, do Sindsep/RR

MULHERES EM DESTAQUE
O seminário preparatório para o Cecut/RR contou com a participação ativa das mulheres. Parabéns a todas as participantes!