sábado, 23 de setembro de 2017

Fonasefe fará trabalho de força tarefa no Congresso para barrar PLS da demissão por desempenho

FONASEFE FARÁ TRABALHO DE FORÇA TAREFA NO CONGRESSO NACIONAL NESSA SEGUNDA-FEIRA (25/09) PARA BARRAR PLS DA DEMISSÃO POR DESEMPENHO

Reunido nessa sexta-feira na sede da Condsef/Fenadsef, em Brasília, o Fórum das Entidades Nacionais de Servidores Públicos Federais (Fonasefe) decidiu calendário de atividades que inclui um trabalho de força tarefa no Congresso Nacional para barrar o PLS 116, que propõe a demissão por avaliação de desempenho no setor público.
O objetivo é buscar um diálogo com parlamentares no Senado, onde a proposta tramita, levantando questões que precisam ser analisadas e debatidas. A existência de mecanismos já capazes de demitir hoje um servidor e a subjetividade da avaliação de desempenho num cenário onde a EC 95/16 travará investimentos públicos pelos próximos 20 anos são algumas dessas questões. A proposta pode ser colocada em pauta na próxima semana e ser aprovada sem o devido debate.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Corrupção: deputados acreditam que nova denúncia afastará Temer da Presidência

CORRUPÇÃO: DEPUTADOS ACREDITAM QUE NOVA DENÚNCIA AFASTARÁ MICHEL TEMER DA PRESIDÊNCIA

O posicionamento favorável de 10 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação ao envio à Câmara da segunda denúncia feita contra Michel Temer pela Procuradoria Geral da República (PGR) já começou a repercutir no Congresso. Agora, a Câmara terá mais uma chance de abrir a investigação contra o peemedebista.

Para deputados da Oposição, desta vez Temer terá mais dificuldade para impedir o avanço do processo. Na avaliação da líder do PCdoB, deputada Alice Portugal (BA), a denúncia é consistente e a pressão popular pode contribuir para a mudança de votos de parlamentares que salvaram a pele de Temer anteriormente.

 Leia mais: http://www.siempre.net.br/deputados-acreditam-que-nova-den…/


Federeais se reúnem nesta sexta e devem definir trabalho de força tarefa

SERVIDORES FEDERAIS SE REÚNEM NESSA SEXTA-FEIRA E DEVEM DEFINIR TRABALHO DE FORÇA TAREFA NO CONGRESSO

 
O Fórum das Entidades Nacionais de Servidores Públicos Federais (Fonasefe) se reúne nessa sexta-feira (22/09), na sede da Condsef/Fenadsef, em Brasília para discutir um calendário de ações e um trabalho de força tarefa no Congresso na próxima semana. Um dos objetivos é buscar impedir a aprovação, sem o devido debate, do PLS 116, projeto que propõe a demissão de servidores públicos com avaliação negativa de desempenho e que pode ser votado na semana que vem. 

Para a Condsef/Fenadsef o projeto não se justifica e precisa ser fortemente combatido. Primeiro porque já existem diversos mecanismos voltados à penalização de servidores que não cumprem suas obrigações. Além disso, exigir desempenho de servidores muitas vezes submetidos a uma realidade onde o descaso, a má gestão e a falta de investimentos do Estado lhes impõem condições inadequadas para efetuar seu trabalho é, no mínimo, contraditório.

Leia mais: http://tohy.com.br/…/federais-se-reunem-nessa-sexta-e-deve…/

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Audiência Pública em defesa das mulheres lota Auditório da Universidade Federal de Roraima

AUDIÊNCIA PÚBLICA EM DEFESA DAS MULHERES LOTA AUDITÓRIO DA UFRR

Na tarde desta quinta-feira ensolarada (21/09), mulheres de todas as classes sociais, credos e orientação sexual, lotaram o Auditório do Pronat/UFRR para participarem da Audiência Pública em Defesa das Mulheres Roraimenses. Segundo o Núcleo de Mulheres de Roraima (Numur) e a Comissão de Mulher Advogada da OAB, a audiência foi promovida para discutir a violência contra a mulher em Roraima, que está entre os estados brasileiros com os maiores índices de violência e assassinato de mulheres.
O encontro ocorreu sob a coordenação de Antonia Pedrosa (Numur) e Mary Magalhães (OAB). Os principais temas debatidos na audiência foram: A violência contra as mulheres no Brasil; Feminismos e violência de gênero; Políticas públicas de enfrentamento à violência contra as mulheres e a aplicabilidade da legislação brasileira; As vozes das mulheres em situação de violência em Roraima.
Para concluir podemos dizer que as mulheres roraimenses, na tarde deste dia 21 de setembro (Dia da Árvore), deram um exemplo respeitável de democracia e cidadania, que vai ficar na história. E elas deixaram um recado retumbante: “Por mim, por nós, por todas as mulheres: mexeu com uma, mexeu com todas.” O Sindsep Roraima estava lá e só tem uma coisa a dizer sobre o que viu e ouviu: “Parabéns, mulheres! Estamos juntos nessa!”

Audiência Pública pela Vida das Mulheres

SINDSEP RORAIMA PARTICIPARÁ DA AUDIÊNCIA PÚBLICA PRÓ MULHERES NO PRONAT/UFRR

A pedido do presidente do Sindsep Roraima, José Carlos de Oliveira Gibim, as diretoras e funcionárias do Sindicato vão participar nesta quinta feira (21/09) à tarde da "Audiência Pública pela Vida das Mulheres", que será realizada no Auditório Pronat, da Universidade Federal de Roraima, a partir das 14 horas. 

O evento é uma realização do Numur (Núcleo de Mulheres de Roraima) e OAB Roraima (Comissão da Mulher Advogada), com o apoio de vários movimentos sociais e sindicais como Sindsep-RR, Sesduf-RR, Sinter, CUT-RR, Sinasefe, Organização das Mulheres Indígenas de Roraima, entre outros.




Sindsep Roraima faz reunião com servidores no Município de São Luiz

GIBIM SE REÚNE COM SERVIDORES NO MUNICÍPIO DE SÃO LUIZ

Na tarde desta quarta-feira (20/09), o presidente do Sindsep Roraima, José Carlos de Oliveira Gibim, fez reunião com os servidores públicos federais no Município de São Luiz, no Plenário da Câmara Municipal de Vereadores. A palavra de ordem continua “Fora Temer” e “Nenhum direito a menos”.


Como tem ocorrido nos outros municípios, Gibim fez uma exposição da conjuntura nacional, ressaltou os pontos que atingem diretamente os servidores federais e conclamou a categoria para ficar mobilizada contra a proposta de Reforma da Previdência, encabeçada pelo Governo Temer, afundado em denúncias de corrupção e outros crimes contra a nação brasileira. 


A pauta da reunião também continua a mesma dos outros municípios: EC 95/16 – congelamento salarial x campanha salarial; Medida Provisória 792/17 (PDV); aumento da alíquota do PSS de 11% para 14%; adiamento do reajuste dos servidores previsto para 2018/2019; Reforma da Previdência (PEC 287/16); indicativo de greve para 2ª quinzena de setembro, entre outros assuntos de interesse da categoria.

TST vai mediar negociações entre empregados da Ebserh e empresa

TST VAI FAZER A MEDIAÇÃO DAS NEGOCIAÇÕES ENTRE OS EMPREGADOS DA EBSERH E A EMPRESA

 
A Condsef/Fenadsef recebeu nessa quarta-feira, 20, resultado de assembleias onde a paralisação já estava em curso e/ou aprovadas como Maranhão, Piauí, em Minas – onde três unidades já haviam aderido ao movimento, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Ceará, Rio Grande do Sul e Pernambuco. Alguns locais que estão com assembleia agendada, como é o caso do Distrito Federal, vão avaliar o movimento a partir do cenário atual. O resultado das assembleias será encaminhado formalmente agora a tarde ao TST.

Todos devem continuar mobilizados aguardando os desdobramentos do processo. Agora, o juiz auxiliar da Vice-Presidência do TST apresentará um cronograma de negociação até o dia 22, que vai compor um calendário de audiências. Assim, terá início um novo processo de negociação coordenado pelo TST num prazo de 30 dias, prorrogáveis por mais 30. Até lá, ficam assegurados os benefícios do ACT 2016/2017 para os trabalhadores. Ao final do prazo, caso não haja acordo, o dissídio coletivo será ajuizado.

Com a suspensão do movimento de greve, o TST garante ainda que não serão feitos descontos salariais de quem participou da paralisação de atividades até às 12 horas de quarta, 20. Serão suspensos também descontos de greve ocorridos ao longo desse ano, exceto os já realizados que serão objeto de negociação.
Fonte: http://tohy.com.br/…/tst-vai-mediar-negociacoes-entre-empr…/
(Foto: Secom TST)

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

TST propõe suspensão da greve na Ebserh para assumir mediação na negociação de ACT

TST PROPÕE SUSPENSÃO DA GREVE NA EBSERH PARA ASSUMIR MEDIAÇÃO NA NEGOCIAÇÃO DE ACT

A Condsef/Fenadsef passou o dia no Tribunal Superior do Trabalho (TST) onde participou de reunião nessa terça-feira com sua assessoria jurídica, representantes da Ebserh e do Tribunal. O objetivo foi buscar solução para o impasse no processo de negociação do ACT 2017/2018 dos empregados da Ebserh. Por conta desse impasse com a empresa, a categoria iniciou uma paralisação de atividades hoje em todo o Brasil. A pressão no primeiro dia de greve surtiu efeito. 

Por meio do vice-presidente, ministro Emmanoel Pereira, o TST apresentou proposta para que a categoria suspenda a paralisação até o meio dia dessa quarta, 20, para que o tribunal passe a intermediar o diálogo entre a Ebserh e os empregados. A mediação foi, inclusive, um pedido da própria Condsef/Fenadsef encaminhado ao TST em fevereiro. Confira aqui a ata da reunião. Confira aqui o comunicado enviado às filiadas nos estados.

Leia mais: http://tohy.com.br/sites/beta/condsef/tst-propoe-suspensao-da-greve-na-ebserh-para-assumir-mediacao-na-negociacao-de-act/

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Calendário de atividades aprovado na Plenária da Condsef/Fenadsef em Brasília

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES APROVADO NA PLENÁRIA NACIONAL DA CONDSEF/FENADSEF OCORRIDO EM BRASÍLIA NO DIA 16/09

Para reforçar o processo de organização dos servidores federais em torno da reação às investidas do governo contra direitos e pelo desmonte do serviço público, servidores também aprovaram a busca da unidade com trabalhadores e representantes da sociedade civil organizada para uma reação em massa. Uma nova greve geral não está descartada e deve seguir sendo construída nas bases. Referendada pela plenária nacional e seguindo calendário de atividades de centrais sindicais, entre elas a CUT, a Condsef/Fenadsef e todas as suas filiadas vão participar de atividades nacionais em defesa da Petrobrás e da soberania e pela anulação da antirreforma trabalhista.

O ato pela soberania está previsto para acontecer no dia 3 de outubro no Rio de Janeiro e pela anulação da antirreforma trabalhista em Brasília no dia 11 de novembro. A Condsef/Fenadsef também orienta suas filiadas a seguir organizando e dando suporte técnico e jurídico aos empregados da Ebserh que vão dar início a uma greve a partir dessa terça, 19, em todo o Brasil. A decisão de iniciar uma greve foi tomada por unanimidade durante encontro nacional da categoria, na sede da Condsef/Fenadsef, em Brasília. O objetivo é construir um movimento sólido e com unidade para buscar o atendimento das principais reivindicações contidas na proposta de ACT.

Leia mais: http://tohy.com.br/sites/beta/condsef/plenaria-nacional-da-condseffenadsef-defende-campanha-pela-revogacao-imediata-da-ec-9516-e-em-defesa-dos-servicos-publicos/

Plenária Nacional da Condsef/Fenadsef defende campanha pela revogação imediata da EC 95/16

PLENÁRIA NACIONAL DA CONDSEF/FENADSEF DEFENDE CAMPANHA PELA REVOGAÇÃO IMEDIATA DA EC 95/16

Mais de 170 representantes de servidores federais de todo Brasil estiveram em Brasília nesse sábado, 16, debatendo ações em defesa do setor público e reações contra os ataques permanentes do governo à categoria. O combate à política de Estado Mínimo conduzida por um governo ilegítimo foi pauta central do encontro da maioria dos servidores do Executivo. De forma unânime, os servidores da base da Condsef/Fenadsef concordam que é preciso dar início imediato a uma grande campanha nacional pela revogação imediata da Emenda Constitucional (EC) 95/16, que congela investimentos públicos pelos próximos 20 anos, e em defesa dos serviços públicos.

A campanha quer dialogar com a sociedade sobre os malefícios dessa emenda e os impactos perversos que virão como consequência da destruição dos serviços essenciais que a Constituição assegura aos brasileiros que pagam impostos. Além disso, o objetivo é desmistificar o conceito de inchaço da máquina tão propagado e que não reflete a realidade das contas públicas. A intenção é garantir ações integradas também à campanha em defesa dos serviços públicos aprovada em plenária dos ramos do setor público da CUT.

Leia mais: http://tohy.com.br/sites/beta/condsef/plenaria-nacional-da-condseffenadsef-defende-campanha-pela-revogacao-imediata-da-ec-9516-e-em-defesa-dos-servicos-publicos/